Picture
2013. 2012 passou, parece. Digo parece porque passou tão rápido que eu nunca diria que se tinha passado um ano. 
Tanta coisa aconteceu, tantas mudanças, tanta agitação...
 A passagem de ano foi mais como um toque do despertador, às 6:50 da manhã:
 Deitaste-te à 1 da manhã, dormiste quase 6 horas, mas esse tempo não te pareceu mais que 5 minutos. E porra, mereces mais do que 5 minutos de sono! Mas o despertador continua a tocar... a lembrar-te que tens de te levantar para Anatomia, que nao podes perder o autocarro, que tens de ir tapar as borbulhas com base. E não digas que não tens sorte, Maria João, ao menos nunca ficas com olheiras!

E é isso que foi a minha passagem de ano. A wake up call. Eu merecia mais tempo. Merecia mais tempo com ele. Mas o ano 12 passou. Chega o 13 agora. Número de azar? Não sei, mas tens de acordar de qualquer modo. Sabes que tens, já chega de dormir! Chega de desejar que o relogio voltasse atrás. Chega de te virares para o lado e adormeceres de novo, ignorando o tocar irritante das tuas responsabilidades e dos teus princípios.

Sabes que não te tens portado bem. Pára de inventar desculpas! "Sempre fui boa menina, está na hora de ser mais destemida..." Não estás a ser destemida, estás a ser estúpida. Nem sequer te estás a divertir tanto como finges. Eu sei que tiveste mal, uma fase confusa, mas pára de fazer pior! É estúpido pensar que de algum modo, fazer pior vai melhorar alguma coisa. E andas a magoar pessoas desnecessariamente. Pessoas que não merecem.

O despertador não pára de te rosnar que atines, e vais atinar. Chega de "amanha começa a dieta" ou "as coisas vão se resolver"! As coisas não se vão resolver a menos que mudes e as tuas coxas e pança nao voltam a encolher a menos que feches essa boquinha, sua comilona. Por isso, começa hoje a dieta, começa hoje o estudo a sério, começa hoje uma vida mínimamente regrada.

És tão de extremos. Passaste um ano a viver segundo 1001 regras que te restringiam e te faziam miserável. Uma a uma, foste quebrando-as. Quebraste demasiadas! Pára!

Eu sou boa rapariga. Okay, talvez não seja assim tão boa. Mas não sou má. Não sou má por natureza! Tenho sido má, ultimamente. Tempos complicados aquí no sótão, está bem. Mas para a pessoa que menos merece neste mundo, tenho sido ainda pior, e isso NÃO está bem.

Mas tudo vai mudar. 2012 passou, e deixou as suas marcas. Deixou as memórias dos percalços, mas também das conquistas. Dos erros, que sei que foram muitos, demasiados nestes últimos tempos, e cuja existência lamentarei, inutilmente, por não poder já corrigi-los.

   Deixa uma família, finalmente unida. E ainda por cima com uma pulguita de 9 mesinhos mesmo mesmo gira e espertalhona que gera aqui na tia rios e rios de baba.
   Deixa muitas amizades, tanto das antigas e quase cimentadas, que reconfirmaram o seu verdadeiro valor, como das novas que a cada dia me mostram que ainda há esperança para esta vida. E sim, refiro-me à minha super-madrinha, que depois de acordar a sentir-me da pior escumalha à face deste planeta conseguiu, com a normal fofura, pespegar-me um enorme 
sorriso na cara e lembrar-me "hey, maybe you're not totally hopeless!". Madrinha essa que todos os dias me lembra de que é possível ser uma pessoa incrível e ainda assim alcançar objectivos e vencer dificuldades.
   Deixa, espantosamente, um amor, que de tão forte e essencial, resistiu a distâncias e outros estragos, e que, com cuidadinho agora,  vai ser conservado bem perto na minha alma, já que não o posso conservar bem perto  do meu corpo.

   Deixa também, infelizmente, alguns "inimigos" (detesto essa palavra), ou "pessoas mal impressionadas com a minha pessoa", que sem muita esperança esperarei que desistam de me detestarem tanto. Mas sei bem que o ódio prejudica principalmente quem o tem de carregar no peito, já arquei com essa carga. Por isso, não odeio ninguém, desisti desse disparate :) 

Venha 2013, com todas as marcas de 2012! E com ele, uma total mudança de atitude da minha parte... Começando já pela dieta, caramba, é agora que me vou pôr a saladas x)

Tudo isto para vos desejar um óptimo ano, pessoal que me anda a chagar no ask xD E para fazer passar uma mensagem e um pedido de desculpas público. E também um pedido de desculpas a mim mesma, por andar a tratar tão mal de mim.

Feliz 2013, para todos :)


 





Leave a Reply.