Hoje encontrei esta imagem nos meus stumbles. Achei-lhe piada. Tétrica? Um pouco. Mas a piada reside exactamente aí: na exposição crua de uma verdade inegável - ou nasces com sorte, ou estás feito ao bife.

Analisemos ao pormenor.

"Those Born Into Privilege" - Papás ricos, boas famílias. Das três uma: ou recebem uma grande herança e não mexem um dedo até que a consigam estoirar toda, ou arranjam um emprego na empresa da família e fingem que mexem o mindinho até arruinarem o negócio ou então os papás puxam uns cordelinhos por eles e ficam a mexer o indicador para dar ordens as dezenas de pessoas mais qualificadas às quais o tachito lhes permitiu passar à frente (pessoalmente, para estes, mexia-lhes o dedo do meio).

"The Beautiful" - Uma carinha laroca sempre ajudou a fazer amigos. Umas pernas bem torneadas sempre chamaram a atenção. Um peito generoso sempre ajudou a ganhar uma indemnização (também generosa) por assédio sexual.
De qualquer forma, acaba por ser meio caminho andado para uma vida de futilidade. Ou não. 

"The Ruthless" - Bom para o sucesso? Sim. Bom para ganhar dinheiro? Claro! Bom para chegar a posições de poder? Yep. Mas a não ser que seja associado a uma boa dose de dissimulação, é o caminho certo para criar uma legião de inimigos que mais tarde acabam com a brincadeira.

"The Charismatic" - O poder da comunicação, o poder de transmitir a sensação de confiança perante os outros... Grande mais valia. Saber convencer os outros de que nós estamos certos é essencial para chegar a algum lado. O problema com estes é que ser carismático implica, na maior parte das vezes, ser manipulativo.

"The Courageous" - "Quem não arrisca, não petisca" Completamente verdade. Mas há uma fina linha entre coragem e estupidez - a corda pode não aguentar o peso e lá se cai no poço. Ou então aguenta só por um bocado. Ou então aguenta até passares e ficas-te a rir do outro lado. Boa sorte ;)

"The Gifted" - Ah, a pequena fracção que possui verdadeiramente um dom para algo. Os verdadeiramente brilhantes. Seja uma inteligência fora do comum, um ouvido musical, um corpo ritmado, uns pés de ouro, o que quer que seja. Desde que a sociedade reconheça esse dom, reconheça o mérito, you're golden.

"Everyone else" - Nós. Os que para conseguir alguma coisa da vida, temos de andar às voltas quantas vezes for preciso, trabalhar. Até desistirmos. Ou até morrermos. Oh fuck :c
 


Comments




Leave a Reply